segunda-feira, 21 de maio de 2018


Deitados na barraca, muitos beijos e poucas lembranças, efeitos do álcool, mas uma das lembranças é ele me falando:
"Não quero que aconteça algo entre a gente com você assim, você tá bêbada e não quero me aproveitar da situação."
E assim dormi com ele abraçado em mim.
Não queria perder essa lembrança tão fofa, mesmo que não dê em nada, o que é muito provável, mas quero poder lembrar disso e da sensação desse momento sempre que ler esse texto.
Me perdoa.

segunda-feira, 12 de março de 2018

Não tente diminuir o que o outro sente, não faça ele se sentir culpado por agir de uma forma, mesmo que exagerada, as pessoas sentem de formas diferentes.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Não me envolvo mais, e não é da boca pra fora, dessa vez é sério. Sempre que invento de me envolver eu sofro, TODAS AS VESES, cansei. Não vou me apegar a ninguém nem tão cedo, de preferência nunca mais. E é isso. Acabou.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Engraçado mesmo é você começar a ler um livro e um dos personagens ter uma Ducati e a personagem principal morrer de medo de andar de moto, só me lembra uma pessoa, toda vez que leio imagino a história como se fosse nós dois, da saudade, mas o pior é saber que não faz diferença para ele, afinal, não fez questão nem de me contar a verdade e agir com maturidade, então, paciência.